Normas de Convivência da Emef Isabel V. Ferreira para 2008

* Não desperdiçar a merenda (frutas, comida...);
* Não fazer guerra de bolinha de papel e frutas;
* Não sair da sala de aula na troca de professores;
* Não ofender, desrespeitar os colegas, professores e funcionários, respeitando as diferenças e suas individualidades (apelidos, palavrões, atitudes, gestos...)
* Não sujar, pixar e depredar a escola, carteiras, cadeiras, telas da quadra, material didático, cadernos, paredes...;
* Manter o ambiente escolar limpo;
* Prestar atenção nas aulas;
* Trazer o material escolar que será utilizado nas aulas, mantendo-os sempre em ordem, limpo e em dia;
* Não usar celular, MP3, rádio e similares durante as aulas;
* Usar o uniforme escolar;
* Não usar o boné no ambiente escolar (exceto nas aulas de educação física);
* Ouvir e ser ouvido;
* Ser tratado com educação;
* Ser assíduo na escola (vir todos os dias);
* Higiene pessoal sempre em dia. (tomar banho, uniforme limpo, dentes escovados, cabelos penteados...);
*Conservação dos banheiros, pelos alunos, dando descarga, jogando papel no lixo, não molhando o chão, quanto da escola, mantendo-os sempre limpo;
* Participação dos alunos nas ativides extras, dentro e fora da escola;
* Não vir doente para a escola e no dia seguinte, trazer o atestado médico;
* Não será permitido a saída do aluno da sala de aula para pegar material emprestado em outra sala;

quarta-feira, 13 de fevereiro de 2008

A ESCOLA


"Escola é...



o lugar onde se faz amigos

não se trata só de prédios, salas, quadros,

programas, horários, conceitos...

Escola é, sobretudo, gente,

gente que trabalha, que estuda,

que se alegra, se conhece, se estima.

O diretor é gente,

O coordenador é gente, o professor é gente,

o aluno é gente,

cada funcionário é gente.

E a escola será cada vez melhor

na medida em que cada um

se comporte como colega, amigo, irmão.

Nada de ‘ilha cercada de gente por todos os lados’.

Nada de conviver com as pessoas e depois descobrir

que não tem amizade a ninguém

nada de ser como o tijolo que forma a parede,

indiferente, frio, só.

Importante na escola não é só estudar, não é só trabalhar,

é também criar laços de amizade,

é criar ambiente de camaradagem,

é conviver, é se ‘amarrar nela’!

Ora , é lógico...

numa escola assim vai ser fácil

estudar, trabalhar, crescer,

fazer amigos, educar-se,

ser feliz."

de Paulo Freire

6 comentários:

Anônimo disse...

Olá,
sou ex estagiária do Museu dos Transportes e gostaria de receber as fotos de quando vocês visitaram o Museu.

O meu e-mail para contato é o nataliadipalma@yahoo.com.br

Orkut
Natlia Di Palma

Obrigada, aguardo retorno, e parabéns pela motivação aplicada aos alunos!

Monitor de LCD disse...

Hello. This post is likeable, and your blog is very interesting, congratulations :-). I will add in my blogroll =). If possible gives a last there on my blog, it is about the Monitor de LCD, I hope you enjoy. The address is http://monitor-de-lcd.blogspot.com. A hug.

Bebel disse...

Gostaria que vcs publicassem aqui no blogg a biografia da professora Isabel Vieira Ferreira.Conheço seu esposo,o ilustríssimo Doutor Miguel Vieira Ferreira.
Sou professora da rede estadual.
Se quiser alguma colaboração,estou a disposição.
Abraços.
Maria Isabel.

Anônimo disse...

Encontrei essas informações na internert.

EMEF Isabel Vieira Ferreira, Profª
Escola Municipal do Parque Primavera
8.096
10.172
RUA
DAS ORQUÍDEAS - JARDIM PRIMA
VERA
Isabel Vieira Ferreira nasceu em 29 de fevereiro de1856, em Bristol, Inglaterra, com o nome de Elizabeth Burgum.
Ainda menina, veio com seus pais (Henry Burgum e Hannah Burgum) e irmãos para o Brasil a pedido do governo
brasileiro. Filha de um engenheiro naval e de família presbiteriana, seguiu as tradições conservadoras de seu país de origem.
Crescendo, adquiriu sólida e extensa cultura que, aliada a sua grande inteligência, proporcionaram-lhe conhecimentos múltiplos nos
mais diversos setores.
Notável educadora, poliglota, foi incansável na missão de instruir. Aos 26 anos, casou-se com o pastor e doutor em
Ciências, Física e Matemática, o engenheiro Miguel Vieira Ferreira, filho de renomada família maranhense. Foi dedicada colaboradora
de seu marido, nos mais penosos trabalhos de evangelização e de instrução secular.
Vieira Ferreira, no Estado do Rio de Janeiro, juntamente com Francisco Rangel Pestana, H. Limpo de Abreu e José Teles
de Mendonça, criaram a Escola do Povo, sendo que a professora Isabel Vieira Ferreira, juntamente com outros irmãos de fé,
constituíram os primeiros membros da Igreja Evangélica Brasileira, fundada em 11 de setembro de de 1898, no Rio de Janeiro. Da
união dos Vieiras, nasceu Israel Vieira Ferreira, seu único filho, em 4 de setembro de 1883.
Isabel faleceu em 15 de setembro de 1902, no Rio de Janeiro. Desde então, em reconhecimento a seus méritos, diversas
unidades da Federação renderam homenagens a sua memória. Seu nome consta em uma das ruas do Estado do Rio de Janeiro, no
Bairro Bonsucesso, o mesmo sucedendo em Olinda (PE) e Poções (BA).
ISABEL
VIEIRA
FERREIRA,
P
r
o
f
a
1972
MAR
NOV
1969

Anônimo disse...

nossa professor cpmo vc esta engraçado kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Anônimo disse...

eu qe estudo nessa escola posso falar qe as coisas estao muito diferentes